Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

Neto de Lula da Silva não morreu de meningite como informou o hospital

Análises confirmaram inexistência de bactérias que levassem a uma infeção tão grave que provocasse a morte do menino.
Domingos Grilo Serrinha e correspondente no Brasil 2 de Abril de 2019 às 18:03
Lula da Silva com o neto, Arthur Araújo
Arthur Araújo, neto de Lula da Silva
Lula da Silva foi ao funeral do neto
Lula da Silva foi ao funeral do neto
Lula da Silva
Lula da Silva com o neto, Arthur Araújo
Arthur Araújo, neto de Lula da Silva
Lula da Silva foi ao funeral do neto
Lula da Silva foi ao funeral do neto
Lula da Silva
Lula da Silva com o neto, Arthur Araújo
Arthur Araújo, neto de Lula da Silva
Lula da Silva foi ao funeral do neto
Lula da Silva foi ao funeral do neto
Lula da Silva

O neto do ex-presidente brasileiro Lula da Silva que morreu aos sete anos de idade no passado dia 1 de Março no Hospital Bartira, em Santo André, cidade vizinha a São Paulo, não foi vitimado por um quadro agudo de meningite, como informado pelo hospital. O desmentido da causa oficial da morte do pequeno Arthur Araújo Lula da Silva foi feito esta terça-feira pela edilidade de Santo André.

A autarquia desmentiu a causa oficial da morte baseada num laudo elaborado pelo Instituto Adolfo Lutz, de São Paulo, que examinou detalhadamente amostras de sangue e outras retiradas a Arthur no dia da morte. Esse laudo, afirma a edilidade, comprova a inexistência de qualquer tipo de meningite ou mesmo de bactérias que levassem a outra infeção tão grave que provocasse a morte do menino.

Ainda de acordo com o comunicado emanado pela autarquia de Santo André, exames feitos no próprio Hospital Bartira logo após Arthur ali ter dado entrada já tinham rejeitado a hipótese de meningite ou qualquer outro quadro bacteriano, o que torna ainda mais estranha a informação oficial da causa da morte avançada pelo hospital, que é particular.

No comunicado divulgado esta terça-feira, a edilidade de Santo André não avança no entanto a real causa da morte de Arthur, alegando que essa informação só poderá ser divulgada pela família ou com autorização desta.

A morte de Arthur, o neto com quem Lula da Silva mais se identificava, provocou um abalo muito grande no antigo presidente. Lula conseguiu autorização da justiça para deixar por algumas horas a prisão em Curitiba, sul do Brasil, onde cumpre pena por corrupção, e foi ao funeral de Arthur em São Bernardo do Campo, cidade vizinha a Santo André e São Paulo.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)