Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
9

Governo da Nova Zelândia proíbe venda de armas de assalto e semiautomáticas

Primeira-ministra garantiu ainda que vão ser tomadas medidas provisórias para evitar uma corrida às armas antes da entrada em vigor da proibição.
Lusa 21 de Março de 2019 às 03:06
Imagens do ataque a mesquita na Nova Zelândia
Um dos atiradores filmou o ataque a mesquita na Nova Zelândia
Imagens do ataque a mesquita na Nova Zelândia
Um dos atiradores filmou o ataque a mesquita na Nova Zelândia
Imagens do ataque a mesquita na Nova Zelândia
Um dos atiradores filmou o ataque a mesquita na Nova Zelândia

A primeira-ministra da Nova Zelândia anunciou esta quinta-feira a proibição da venda de todas as armas de assalto e semiautomáticas, em resposta ao "ataque terrorista" de sexta-feira, que causou 50 mortos.

"A Nova Zelândia vai proibir todas as armas semiautomáticas de estilo militar. Vamos também proibir as armas de assalto", declarou Jacinda Ardern, detalhando que a nova legislação vai entrar em vigor já no próximo mês.

A primeira-ministra garantiu ainda que vão ser tomadas medidas provisórias para evitar uma corrida às armas antes da entrada em vigor da proibição de venda.

Nova Zelândia Jacinda Ardern distúrbios guerras e conflitos armamento
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)