Tribunal filipino emite mandado de detenção contra a antiga primeira dama Imelda Marcos

Mulher do ditador Ferdinand Marcos, dona da maior coleção de sapatos do mundo, arrisca 77 anos de prisão por corrupção.
09.11.18
Um tribunal contra a corrupção das Filipinas emitiu esta sexta-feira um mandado de detenção contra a antiga primeira dama, Imelda Marcos. Os juízes consideram-na culpada de sete crimes de corrupção, que terão acontecido durante as duas décadas em que o marido, Ferdinand Marcos, liderou o país em regime ditatorial.

Aos 89 aos, a mulher que ficou conhecida por ter a maior coleção de sapatos do mundo (estima-se que chegou a ter 3 mil pares) enfrenta a Justiça em vários processos de corrupção, desde que o marido foi deposto num golpe militar que ocorreu em 1986.

A atual congressista arrisca-se a cumprir uma pena de seis a 11 anos por cada um dos sete crimes pelos quais responde num destes processos, o que a faz arriscar uma pena de 77 anos de prisão. Em causa estão transferências bancárias para contas na Suíça, que perfazem cerca de 180 milhões de euros, relativos aos anos em que Imelda foi governadora de Manila.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!