Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
9

Trump prepara visita a Kim com Moon Jae-in

Presidente norte-americano vai receber o líder sul-coreano a 22 de maio na Casa Branca.
Rita F. Batista 6 de Maio de 2018 às 01:30
Donald Trump
Donald Trump
Kim Jong-un, presidente da Coreia do Norte e Moon Jae-in, da Coreia do Sul, deram aperto de mão histórico
Kim Jong-un, presidente da Coreia do Norte e Moon Jae-in, da Coreia do Sul, saudaram-se emotivamente
Donald Trump
Donald Trump
Kim Jong-un, presidente da Coreia do Norte e Moon Jae-in, da Coreia do Sul, deram aperto de mão histórico
Kim Jong-un, presidente da Coreia do Norte e Moon Jae-in, da Coreia do Sul, saudaram-se emotivamente
Donald Trump
Donald Trump
Kim Jong-un, presidente da Coreia do Norte e Moon Jae-in, da Coreia do Sul, deram aperto de mão histórico
Kim Jong-un, presidente da Coreia do Norte e Moon Jae-in, da Coreia do Sul, saudaram-se emotivamente
Antes do encontro com o líder norte-coreano, Kim Jong-un, Donald Trump vai receber o seu homólogo sul-coreano, Moon Jae-in, no próximo dia 22, na Casa Branca.

O governo norte-americano anunciou o que há muito se aguardava: a data e o local da reunião com a Coreia do Sul. Agora, apenas falta saber quando e onde é que Donald Trump se vai encontrar com Kim Jong-un. Ainda assim, o presidente norte-americano garante que tudo já está definido: "Temos uma data. E temos um local. Vamos anunciar em breve", disse Trump em declarações aos jornalistas em South Lawn, um dos parques da Casa Branca.

O presidente dos EUA adiantou ainda que o encontro com a Coreia do Sul vai seguramente servir para preparar os temas que vão ser discutidos na reunião que depois irá ter com a Coreia do Norte.

Recorde-se que, na passada segunda-feira, Donald Trump deixou a sugestão de que a reunião com Kim Jong-un se poderia realizar na Casa da Paz, localizada na fronteira entre as duas Coreias, também conhecida como ‘terra de ninguém’. Ou seja, precisamente no mesmo local em que teve lugar a reunião histórica entre os autointitulados ‘irmãos’ coreanos, a 28 de abril. Independentemente do local, em cima da mesa vão estar temas como o acordo nuclear com o Irão e a desnuclearização das Coreias.

O mais recente anúncio feito pelo presidente norte-americano surgiu horas antes de a Coreia do Norte voltar a partilhar o fuso horário com os vizinhos do Sul, o que já não acontecia desde o ano de 2015, em mais um gesto de reconciliação. Kim Jong-un tomou a decisão de os relógios norte-coreanos avançarem 30 minutos depois de, no encontro da semana passada com Moon Jae-in, ter admitido que foi "doloroso" ver que os ponteiros em cada lado das fronteira apontavam horas diferentes.

SAIBA MAIS 
1953
A 27 de julho, depois de três anos em guerra, as duas Coreias puseram termo ao conflito aberto através de uma suspensão da guerra. O armistício acabou por nunca ser substituído por um tratado de paz definitivo.

Primeiro líder no Sul
Kim Jong-un foi o primeiro líder norte-coreano a deslocar-se até à Coreia do Sul depois de o final da guerra ter sido anunciado. Após o conflito, já tinham ocorrido mais dois encontros entre os líderes da altura, mas em nenhum deles foi o líder do Norte a ir ao Sul.
Ver comentários