Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
4

Uso de ‘coca’ trava favoritismo de Gove no Reino Unido

Rival de Boris Johnson na corrida à sucessão de May admitiu ter consumido droga há duas décadas.
Ricardo Ramos 11 de Junho de 2019 às 08:22
Michael Gove diz que “foi uma sorte” nunca ter sido preso por posse de cocaína quando era mais novo
Boris Johnson
Theresa May já assinou carta de demissão no Reino Unido
Theresa May
Michael Gove diz que “foi uma sorte” nunca ter sido preso por posse de cocaína quando era mais novo
Boris Johnson
Theresa May já assinou carta de demissão no Reino Unido
Theresa May
Michael Gove diz que “foi uma sorte” nunca ter sido preso por posse de cocaína quando era mais novo
Boris Johnson
Theresa May já assinou carta de demissão no Reino Unido
Theresa May
O arranque, esta segunda-feira, da corrida oficial à sucessão de Theresa May na liderança do Partido Conservador e do governo britânico ficou marcado por um escândalo que poderá levar ao afastamento de um dos principais favoritos, o atual secretário do Ambiente Michael Gove, que admitiu numa entrevista ter consumido cocaína "por diversas vezes" quando era jornalista, há mais de duas décadas.

Gove, que é visto como o principal rival do favorito Boris Johnson na disputa pela liderança do partido, admitiu que "cometeu um erro" e que "teve sorte" de nunca ter sido preso por posse de droga, mas defendeu-se afirmando que "foi há muito tempo" e que a sua candidatura ao cargo deve ser julgada pelo seu trabalho enquanto ministro e não pelos "erros do passado".

No entanto, Gove está já a ser acusado de "hipocrisia" pelos rivais, que não perderam tempo a lembrar que, quando era secretário da Educação, defendeu o despedimento de professores condenados por usar drogas duras, e quando era secretário da Justiça foi responsável pela aplicação de penas pesadas a pessoas condenadas por posse de droga.

Sayeeda Warsi, antiga vice-presidente conservadora, foi uma das mais duras, acusando Gove de "hipocrisia ao mais alto nível" e defendendo que devia abandonar a disputa pela liderança.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)