Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

Maduro acusa Portugal de sabotar entrega de pernil de Natal

População protestou ainda devido à falta de alimentos e de gasolina.
Lusa 28 de Dezembro de 2017 às 05:18
Nicolás Maduro, presidente da Venezuela
Nicolás Maduro
Nicolás Maduro
Nicolás Maduro, presidente da Venezuela
Nicolás Maduro
Nicolás Maduro
Nicolás Maduro, presidente da Venezuela
Nicolás Maduro
Nicolás Maduro

O presidente da Venezuela, Nicolas Maduro acusou, esta quarta-feira, Portugal de ter boicotado a entrega de pernis de porco aos venezuelanos. As declarações do presidente geraram vários protestos junto da população.

Residentes de dois bairros populares de Caracas, La Vega e Antímano, saíram à rua, na noite de quarta-feira, para protestar pela falta de pernil de porco, de alimentos e de gasolina.

Os protestos intensificaram-se depois de o Presidente Nicolás Maduro, ter acusado os Estados Unidos e Portugal "de sabotarem" a importação de pernil de porco, que o Governo venezuelano tinha prometido distribuir entre o povo, a preços subsidiados, durante o Natal.

Em La Vega, no oeste de Caracas, mais de uma centena de pessoas concentraram-se em frente a um centro comercial, e gritaram palavras de ordem como "o povo com raiva reclama o seu direito".


Ver comentários