Correio da Manhã

Irmã de Robles já tinha casa em Portugal quando comprou prédio de Lisboa
Foto Direitos Reservados
Concelhia de Lisboa do PSD diz que renúncia de Robles retira razão a Catarina Martins
Foto David Cabral Santos
Foto Pedro Simões
Por Débora Carvalho | 03:24
  • Partilhe
Facto contraria motivo apresentado pelo ex-vereador do Bloco para justificar investimento.

A irmã de Ricardo Robles, emigrada desde 2011 na Bélgica, já era proprietária de uma casa na Herdade da Aroeira, concelho de Almada, quando em 2014 comprou a meias com o irmão o polémico prédio em Alfama, Lisboa.

Este dado contraria assim a justificação que o ex-vereador do BE na Câmara de Lisboa deu, no dia 27 de julho, para o negócio. "Em 2014, a minha irmã tinha a intenção de regressar a Portugal com o seu filho. O imóvel foi adquirido para ser a habitação da minha irmã.

A gestão do arrendamento das restantes frações ficaria a seu cargo", disse. A morada fiscal de Lígia Robles, na caderneta predial do imóvel como no processo de licenciamento da obra, é na rua dos Pinheiros, na Aroeira. Nesta zona, Jorge Jesus, Rui Vitória ou Luisão têm casa.

Questionado pelo CM, Robles confirmou que a irmã adquiriu o imóvel em 2003 e que ainda o detinha na data do negócio. Em 2017, a irmã casou com um alemão, com o qual teve um segundo filho, e desistiu de regressar a Portugal. O prédio, comprado por 347 mil euros num leilão do Estado, esteve à venda por 5,7 milhões de euros.

Siga o CM no Facebook.

  • Partilhe
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE