Rui Rio defende que Carlos Costa "sabe exatamente o que fez" e deve avaliar condições para continuar

Presidente do PSD considerou que o governador está "obviamente" fragilizado.
Por Lusa|13.02.19

O presidente do PSD, Rui Rio, afirmou esta quarta-feira que o governador do Banco de Portugal "sabe exatamente o que fez" quando foi administrador da Caixa Geral de Depósitos e deve avaliar se tem condições para se manter no cargo.

"Se estiver com a consciência completamente tranquila, então fica no lugar, vai à comissão de inquérito e está à vontade porque nada vai aparecer. Se assim não é, se tem a consciência de que participou naquelas decisões ruinosas, entendo que devia sair pelo próprio pé", defendeu, considerando que o pior que podia acontecer" é ser a comissão de inquérito a verificar a participação de Carlos Costa nessas decisões, sem que o governador as tivesse assumido.

Questionado pelos jornalistas, no final de uma reunião com sindicatos de professores, sobre a situação do governador do Banco de Portugal, Rio considerou que Carlos Costa está "obviamente" fragilizado.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!