Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
1

Forte de S. Julião alugado para festas por 3000 euros

Receita superou os 130 mil euros desde novembro de 2015.
António Sérgio Azenha 10 de Julho de 2018 às 01:30
Forte de São Julião da Barra
Forte de São Julião da Barra
Forte de São Julião da Barra
Forte de São Julião da Barra
Forte de São Julião da Barra
Forte de São Julião da Barra
Forte de São Julião da Barra
Forte de São Julião da Barra
Forte de São Julião da Barra
O Ministério da Defesa cobra três mil euros pelo aluguer de uma sala no Forte de São Julião da Barra, em Oeiras, para a realização de festas, designada Sala da Cisterna. O dito espaço fica localizado sob a residência onde viveu Paulo Portas quando foi ministro da Defesa entre 2002 e 2004.

O preço do aluguer varia em função do espaço utilizado no forte, que fica junto à praia de Carcavelos.

Além da Sala da Cisterna, a Defesa aluga mais dois espaços dentro daquele forte para a realização de eventos: a Praça do Infante, que fica frente à chamada residência do ministro da Defesa e possibilita uma vista fantástica para o mar e a costa, custa 1200 euros; e uma sala da Galeria Interior, que fica ao nível da Sala da Cisterna, tem o preço de 500 euros.

Segundo fonte da Defesa Nacional, o aluguer desses espaços no Forte de São Julião da Barra gerou, desde a entrada em funções do atual Governo, em novembro de 2015, uma receita total superior a 130 mil euros.

O pedido de cedência desses espaços tem de ser dirigido ao chefe de gabinete do ministro da Defesa com informações sobre o tipo de evento, duração e número de participantes.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)