Moreira "muito preocupado" com greve que afeta circulação da metro do Porto

Greve dos trabalhadores da EMEF está a provocar "o caos".
20.04.18
  • partilhe
  • 3
  • +
O presidente da câmara do Porto, Rui Moreira, disse esta sexta-feira estar "muito preocupado" com a greve dos trabalhadores da Empresa de Manutenção de Equipamento Ferroviário (EMEF), empresa que faz a manutenção das carruagens da Metro do Porto.

"É um facto inédito. É uma situação que nunca tinha ocorrido e não quero acreditar que uma situação destas que envolve qualquer coisa como 30 mil euros e já terá sido negociado com os sindicatos e está preso numa gaveta qualquer, vá transformar a vida de 200 mil cidadãos ou mais num inferno", disse Rui Moreira.

O autarca, que falava aos jornalistas à margem da cerimónia de início de operação na Rede STCP de autocarros elétricos e a gás natural que esta tarde decorreu no Museu do Carro Elétrico no Porto com a presença do ministro do Ambiente, frisou que se a greve se mantiver "muitas pessoas ficarão prejudicadas".

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!