Sub-categorias

Notícia

Região de Turismo do Algarve diz que furo de petróleo deixa "população em risco"

Desidério Silva, classifica a decisão de dispensar estudo de impacto ambiental como "desrespeitosa" e "vergonhosa".
Por Lusa|17.05.18
A Região de Turismo do Algarve (RTA) repudiou esta quinta-feira a dispensa de estudo de impacto ambiental para o furo petrolífero em Aljezur, considerando que o mesmo "coloca em risco" a população do Algarve, podendo agravar o risco sísmico já existente na região.

Em comunicado, o presidente da RTA, Desidério Silva, classifica a decisão da Agência Portuguesa do Ambiente (APA) como "desrespeitosa" e "vergonhosa" e considera uma "afronta" que o Governo compactue e negue "a existência de impactos negativos não só para o ambiente, mas também para os habitantes" do território algarvio.

"A operação, que tem início previsto para 15 de setembro, vai requerer a utilização de substâncias tóxicas e métodos que podem prejudicar gravemente a saúde humana e ambiental", aponta, acrescentando que a decisão em perfurar sem estudo prévio "é não só negativa para o turismo como pode fazer com que os riscos sísmicos se tornem "mais notórios".

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!