Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

15 milhões para realojar no bairro da Jamaica

Até 2022 vão ser realojadas 234 famílias que residem nos prédios decrépitos do concelho do Seixal.
Edgar Nascimento 22 de Dezembro de 2017 às 08:34
Bairro da Jamaica
Bairro da Jamaica
Bairro da Jamaica
Bairro da Jamaica
Bairro da Jamaica
Bairro da Jamaica
Bairro da Jamaica
Bairro da Jamaica
Bairro da Jamaica
É um dos bairros mais degradados do País e uma das zonas mais problemáticas da Margem Sul. Chama-se Vale de Chícharos, mas é mais conhecido por bairro da Jamaica. Localiza-se no Fogueteiro, no concelho do Seixal. Até 2022, vão ser realojadas 234 famílias que residem nas torres decrépitas, num investimento de 15 milhões de euros.

O acordo de colaboração entre o Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana, a Câmara do Seixal e a Santa Casa da Misericórdia do Seixal é assinado hoje, com a presença do ministro do Ambiente, João Matos Fernandes. "Dada a dimensão e complexidade da operação, que implica o realojamento de elevado número de famílias e a demolição dos edifícios ocupados, este processo será realizado de forma faseada, ao longo de cinco anos", refere o Ministério do Ambiente, em comunicado.

A primeira fase desta operação terá início em 2018, sendo dada prioridade ao realojamento de 64 famílias que se encontram "em situação especialmente crítica, dada a existência de riscos de segurança no edifício", no caso, o lote 10 do Loteamento da Quinta de Vale de Chícharos.

A história do bairro da Jamaica, que ocupa cinco hectares, remonta aos anos 80 do século passado. Os prédios foram construídos mas não concluídos: o proprietário abandonou os terrenos, o banco executou uma hipoteca, o terreno mudou de dono e a ocupação ilegal foi feita na década de 90. Desde então, a situação tem-se degradado e além da falta de segurança, associada à criminalidade, há falta de condições de higiene, de esgotos e de iluminação pública.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)