Ministério Público acusa mulher de 30 crimes de maus tratos a animais

Mulher fica impedida de ter animais e vai ser julgada em tribunal singular.
16.10.18
O Ministério Público (MP) acusou uma mulher de 30 crimes de maus tratos a animais de companhia, alegadamente cometidos na casa em que morava, em Lisboa, anunciou esta terça-feira a Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa (PGDL).

"No essencial ficou indiciado que a arguida, desde, pelo menos, ao ano de 2015 e até ao dia 07 de novembro de 2017, deteve um número não concretamente apurado de animais na fração autónoma em que habitava, em Lisboa. Em setembro de 2017, a arguida detinha, na referida habitação, trinta canídeos", refere uma nota publicada na página da internet da PGDL.

Durante esse período, segundo o MP, "a arguida não procedia à limpeza da habitação, não prestava cuidados aos animais, e, a dada altura, passou a sedar os animais, com fármaco, para que estes não fizessem barulho".

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!