Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
5

ACIDENTE MATA IRMÃS DE TRÊS E QUINZE ANOS

Uma menina de três anos e a sua irmã, de 15, morreram ontem na sequência de um acidente de viação ocorrido na Estrada Nacional 342-1, à entrada de Fatacos, em Soure.
8 de Outubro de 2004 às 00:00
Devido à violência do embate, os bombeiros precisaram de desencarcerar uma das vítimas
Devido à violência do embate, os bombeiros precisaram de desencarcerar uma das vítimas FOTO: Luís Filipe Coito
A pequena Ana Beatriz e Liliana Andreia Matos Pereira, residentes em Soure, viajavam com a mãe num Opel Corsa branco conduzido pelo namorado da adolescente.
Às 06h50, quando circulava no sentido Soure-Alfarelos, a viatura colidiu com um veículo ligeiro de mercadorias que estava parado na faixa de rodagem, à espera para descarregar engaço numa destilaria.
Liliana Matos Pereira teve morte imediata, enquanto a sua irmã viria a falecer durante a manhã no Hospital Pediátrico de Coimbra. A mãe, Maria Luísa Madureira Matos, sofreu fracturas múltiplas nas pernas e está internada no Serviço de Traumatologia do Hospital dos Covões. Quanto ao condutor, de 20 anos, apresentava apenas ferimentos sem gravidade e recebeu alta médica.
Segundo uma testemunha da colisão, o jovem terá sido “encandeado pelas luzes” de um veículo pesado com que se cruzou momentos antes, o que o impediu de se aperceber, mais cedo, da carrinha parada na sua faixa de rodagem. “Ele ainda se tentou desviar, mas não conseguiu”, disse a testemunha.
O acidente mobilizou sete viaturas e 22 bombeiros da corporação de voluntários de Soure, que necessitaram de desencarcerar a adolescente. No local estiveram militares da GNR de Soure e elementos do Núcleo de Investigação Criminal da BT de Coimbra.
"VIERAM PARA CÁ REFAZER A VIDA"
Proveniente de Massarelos, Porto, a família das duas vítimas mortais estava há pouco tempo em Soure, mas os que com eles privavam sofreram um considerável abalo com a notícia, conhecida na vila logo pela manhã.
“É uma tragédia, eles são tão boas pessoas”, lamentava uma vizinha, Isabel Monteiro, explicando que o casal se mudou para Soure a fim de “refazer a vida”. Há semanas, tinham acolhido em casa o namorado de Liliana. Ontem o rapaz ia levá-la, e à mãe, ao café que exploravam em Alfarelos, quando aconteceu o pior.
Avisado na fábrica onde trabalha, o pai das meninas seguiu para o Hospital dos Covões, acabando, inclusivamente, por se sentir mal e ser assistido por um médico da unidade de saúde.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)