Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Acusação no caso de Tancos tem de sair até quinta-feira

MP defende que um grupo de militares, em conjunto com a PJM, decidiram montar uma farsa para recuperar as armas de Tancos.
Correio da Manhã 24 de Setembro de 2019 às 08:50
Azeredo Lopes
Azeredo Lopes FOTO: Lusa
A acusação do processo sobre o furto das armas de Tancos e a farsa da sua recuperação, que tem o ex-ministro da Defesa, Azeredo Lopes, como arguido, tem de ser deduzida até quinta-feira.

É nesse dia que terminam os prazos de prisão preventiva - faz um ano que os primeiros arguidos foram detidos - e caso a acusação não seja deduzida todas as medidas de coação são consideradas extintas.

Recorde-se que o ex-diretor da Polícia Judiciária Militar chegou a estar em prisão preventiva no âmbito deste processo. O Ministério Público defende que um grupo de militares, em conjunto com a PJM, decidiram montar uma farsa para recuperar as armas de Tancos.
Tancos Azeredo Lopes crime lei e justiça julgamentos
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)