Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
5

Pirata informático português em grupo que expõe rede internacional de pedofilia

Cyberteam publicou pelo menos 100 nomes, moradas e fotografias dos alegados pedófilos nas redes sociais.
Francisca Genésio 10 de Fevereiro de 2020 às 15:50
Pirata informático expõe rede internacional de pedofilia
Pirata informático expõe rede internacional de pedofilia FOTO: Direitos Reservados

Um grupo de piratas informáticos - Cyberteam -, onde se inclui pelo menos um português, expôs este domingo, nas redes sociais, uma rede internacional de pornografia infantil e pedofilia, publicando pelo menos 100 nomes e moradas dos alegados pedófilos, assim como fotografias.

Ao CM, os piratas informáticos explicaram que muitos ‘sites’ faziam-se passar por "agências de modelos para adolescentes, conseguindo assim fotografias e vídeos de crianças na praia, a dormir". 

A operação, intitulada ‘#OPPedoGate’ e levada a cabo pelo português ‘Zambrius’ e pelo brasileiro ‘Spy_Unkn0wn’, começou a 27 de janeiro. "Notificámos a polícia de algumas localidades, assim como organizações contra a pedofilia, mas sem resposta", denunciaram ao CM, acrescentando que o trabalho continuará "nas próximas semanas".

Os dois piratas são os autores de vários ataques informáticos, incluindo à Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol no mês passado, que entretanto apresentou queixa na Polícia Judiciária.

Cyberteam questões sociais
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)