Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Bombeiros incendiários de Alenquer em silêncio

Segundo a investigação, terão agido para terem mais trabalho na corporação.
M.C. 30 de Abril de 2019 às 08:53
Fábio Delgado
André Vitorino
Incendiário
Chama
Fábio Delgado
André Vitorino
Incendiário
Chama
Fábio Delgado
André Vitorino
Incendiário
Chama
Fábio Delgado e André Vitorino, os dois bombeiros da corporação de Alenquer que estão a ser julgados no tribunal de Loures por suspeitas de terem cometido dez crimes de incêndio florestal, ainda não prestaram depoimento na sala de audiências.

Com as alegações finais marcadas já para 14 de maio, é expectável que os dois jovens, ambos em prisão preventiva, possam só prestar depoimento depois de ouvirem a proposta de pena do Ministério Público.

Recorde-se que os factos em julgamento remontam ao Verão de 2017.

Cerca de um ano depois, a PJ de Lisboa apanhou os dois jovens.

Segundo a investigação, os bombeiros terão agido para terem mais trabalho na corporação.
Fábio Delgado André Vitorino Verão PJ Loures Ministério Público Lisboa crime lei e justiça julgamentos
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)