Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Bombeiros choram em despedida emotiva

José Moreira tinha 41 anos, quase 20 dedicados aos bombeiros.
Magali Pinto 23 de Agosto de 2015 às 09:45
José Moreira (foto pequena) morreu quarta-feira num despiste quando ia a caminho de um incêndio
José Moreira (foto pequena) morreu quarta-feira num despiste quando ia a caminho de um incêndio FOTO: Mariline Alves

Ao meio-dia deste sábado, as sirenes tocaram no quartel dos bombeiros de Carcavelos e S. Domingos de Rana. A seguir, uma salva de palmas por José Moreira, de 41 anos, que na quarta-feira cumpriu a última missão e perdeu a vida num despiste quando se dirigia para um incêndio em Talaíde.

A família está desolada. Os colegas continuam num luto difícil de ultrapassar. Alguns estão a receber apoio psicológico.


A missa em memória de José Moreira, que dedicou perto de 20 anos à missão dos bombeiros, realizou-se este sábado pelas 11h00 no quartel. O corpo seguiu em cima de um dos carros dos bombeiros até ao cemitério de S. Domingos de Rana. Dezenas de pessoas assistiram. "A vida foi curta demais para ele e não merecia. Perdeu-se uma pessoa com uma alegria contagiante", disse ao CM uma amiga.

A ministra da Administração Interna, Anabela Rodrigues, esteve presente nas cerimónias fúnebres, mas recusou falar sobre o caso.

Recorde-se que José Moreira seguia no carro com um colega quando ocorreu o despiste. Hugo Guerreiro, de 31 anos, sofreu ferimentos menos graves e sobreviveu.

José Moreira foi levado para o hospital em estado crítico, mas acabou por morrer, para desespero dos colegas e amigos.
bombeiros funeral morte Carcavelos S. Domingos de Rana José Moreira Anabela Rodrigues
Ver comentários