Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

Burlona apanhada em ‘emboscada’

Vítimas alertaram PSP e a suspeita foi detida no aeroporto.
Ana Silva Monteiro 11 de Janeiro de 2019 às 08:56
Cátia Miranda é apontada por várias vítimas como autora de burlas com arredamento de casas
Suspeita foi fotografada no Aeroporto Sá Carneiro
Eunice Teixeira foi uma das vítimas
Cátia Miranda é apontada por várias vítimas como autora de burlas com arredamento de casas
Suspeita foi fotografada no Aeroporto Sá Carneiro
Eunice Teixeira foi uma das vítimas
Cátia Miranda é apontada por várias vítimas como autora de burlas com arredamento de casas
Suspeita foi fotografada no Aeroporto Sá Carneiro
Eunice Teixeira foi uma das vítimas
Cátia Miranda, de 25 anos, foi detida em flagrante pela PSP, no Aeroporto Francisco Sá Carneiro, Maia, quando concretizava mais uma burla.

É suspeita de mais de três dezenas de crimes relacionados com o arrendamento de imóveis em várias zonas do País. Também o companheiro, de 27 anos, foi identificado pelas autoridades e constituído arguido, A burlona foi esta quinta-feira presente a um juiz no Tribunal de Matosinhos, e ficou sujeita a apresentações semanais na PSP.

"Soube antes de vir para Portugal que ela era uma mentirosa. Mas como já tinha o bilhete na mão, resolvi vir na mesma. Eu e outras vítimas criámos um plano para a deter. Comunicámos à Polícia e, depois de ter assinado o contrato e lhe dar o dinheiro para a mão, ela acabou detida em flagrante", explicou Eunice Teixeira, uma das vítimas, que viajou de França para Portugal para denunciar a suspeita.

Nas redes sociais, são muitas as pessoas que se queixam de terem sido burladas pela mulher.

"Ela alugava apartamentos, por norma de alojamento local, durante algumas semanas e, nesse tempo, tirava fotos e colocava anúncios de arrendamento na internet. As pessoas iam ver as casas e ela fazia contratos com nomes falsos. No meu caso, utilizou o da sua filha. Ela entregava uma chave falsa à pessoa e depois fugia do local. Criava outras contas nas redes sociais e continuava a burlar outras pessoas", explicou ao CM Sara Costa.

Esta vítima ficou sem o dinheiro da renda (400 euros) e até tinha já comprado móveis para a casa que iria alugar.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)