Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

Colisão mata modelo aos 32 anos

Ana Rita Janeiro seguia numa motorizada e foi abalroada por um carro. A manequim morreu aos 32 anos.
23 de Setembro de 2011 às 01:00
Rita Janeiro era agenciada pela Just Models
Rita Janeiro era agenciada pela Just Models FOTO: Fotos Just Models

A violência do embate em plena praça Marechal Humberto Delgado, junto ao Jardim Zoológico de Lisboa, não deu hipóteses a Ana Rita Janeiro, irmã do actor Nuno Janeiro. A manequim de 32 anos seguia numa scooter e foi vítima de uma aparatosa colisão com um carro de matrícula romena, cerca das 11h00 de ontem. A força da pancada fez com que o corpo da vítima ficasse preso debaixo do carro, só retirado com a ajuda dos bombeiros. À chegada ao Hospital de Santa Maria, Rita acabou por morrer.

Inconsoláveis, a mãe e o irmão receberam a notícia da morte da jovem enquanto aguardavam os desenvolvimentos do seu estado de saúde. Ficaram em choque, tendo de receber apoio psicológico.

Ana Rita Janeiro foi manequim da agência Just Models. Actualmente trabalhava como maquilhadora de figuras públicas e era sócia do fotógrafo Gonçalo Claro.

Na Moita, onde moram os pais, o ambiente ontem à noite era de enorme consternação. "Ainda não acreditamos. Custa a crer", disse ao CM um amigo. Os pais estão inconsoláveis. "Não conseguem dizer uma palavra", explicou o mesmo amigo (ver caixa). Durante o dia de ontem, os amigos demonstraram a tristeza em várias mensagens veiculadas nas redes sociais.

O condutor do veículo envolvido no acidente é de nacionalidade romena e ficou no local a ajudar os bombeiros a levantar a viatura para poderem retirar a jovem.

Familiares e amigos de Ana Rita Janeiro aguardam agora a libertação do corpo para poderem realizar o funeral.

O trágico acidente está a ser investigado pela Brigada de Investigação de Acidentes de Viação da Divisão de Trânsito da PSP de Lisboa.

DISCURSO DIRECTO

"A RITA ERA UMA EXCELENTE PESSOA", Fiona, Manequim

Correio da Manhã - Como recebeu esta triste notícia?

Fiona - Estou chocada e muito triste.

- Em que circunstâncias conheceu a Rita?

- Conhecia como irmã do Nuno [Janeiro], porque ele, em tempos, foi da Face Models. Apesar de não ser sua amiga, acompanhei o trabalho da Rita. Ela era uma excelente profissional.

- Como recorda a Rita?

- Era uma excelente pessoa e profissional, não posso dizer o contrário. Perdeu-se uma pessoa muito bem-disposta, divertida, alegre. A Rita não arranjava chatices com ninguém, era muito fácil lidar com ela. Era uma pessoa muito fixe.

VIDA EM COMUM COM NAMORADO

Ana Rita Janeiro namorava com Nuno Sampaio há cinco anos e, segundo conta ao Correio da Manhã a amiga e manequim Ana Sofia, já "partilhavam casa há sensivelmente dois anos".

ÚLTIMO TRABALHO COM FILIPA VALENTE

O último grande trabalho de Rita Janeiro enquanto maquilhadora foi com Filipa Valente. Quando a ex-mulher de Simão Sabrosa fez a capa da ‘GQ', em Setembro, Rita foi a maquilhadora escolhida.

"OS PAIS NÃO CONSEGUEM FALAR, ESTÃO COMPLETAMENTE EM CHOQUE"

A consternação era bem visível nos rostos dos familiares e amigos de Ana Rita Janeiro que ontem à tarde se encontravam reunidos à entrada do prédio onde moram os pais da vítima, na Moita. "Ainda estamos a tentar lidar com a situação, não dá para acreditar", conseguiu dizer ao CM um amigo da modelo, enquanto os restantes acenavam afirmativamente, abalados.

O pai, a mãe e o irmão de Rita, recolhidos em casa, não prestaram declarações. "Não conseguem falar, estão completamente em choque com tudo isto", contou ainda o mesmo amigo.

MODELO MORTE ACIDENTE COLISÃO LISBOA
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)