Rodoviária do Oeste reduz serviços ao mínimo para assegurar transporte escolar

Empresa admite que poderá ter de fazer alterações na oferta de transportes.
Por Lusa|17.04.19

A Rodoviária do Oeste admitiu esta quarta-feira reduzir os serviços ao mínimo nos próximos dias, para garantir o transporte de alunos no regresso às aulas, se a greve dos motoristas de matérias perigosas se prolongar.

"A situação é muito grave, as reservas estão baixíssimas e, se a greve se prolongar, a empresa não terá outra solução que não seja reduzir os serviços ao mínimo", disse esta quarta-feira à agência Lusa Orlando Ferreira, administrador da Rodoviária do Oeste.

A empresa, do Grupo Rodoviária do Tejo, informou esta quarta-feira em comunicado que "face à greve de motoristas do transporte de matérias perigosas e consequentes dificuldades no abastecimento de combustíveis" poderá "ser forçada" a fazer alterações na oferta de transportes.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!