Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Confessa ter matado mulher à machadada

O homem está a ser acusado de homicídio qualificado e de violência doméstica.
28 de Maio de 2015 às 18:12
O julgamento decorre no Tribunal de Vila Real
O julgamento decorre no Tribunal de Vila Real FOTO: Filipe Farinha
O homem suspeito de ter matado a mulher à machadada confessou esta quinta-feira o crime no Tribunal de Vila Real, mas alegou só a ter agredido depois de a vítima o ter ameaçado com a machada.

Rui Borges, um reformado de 44 anos, começou esta quinta-feira a ser julgado no Tribunal de Vila Real por um crime de homicídio qualificado e três de violência doméstica. O crime ocorreu em julho de 2014, quando o homem, com num machado, desferiu vários golpes na vítima, de 33 anos e com vivia há 14 anos.

A acusação diz que Rui Borges era uma pessoa violenta, possessivo e ciumento e que terá agredido, em algumas ocasiões, a mulher com murros, estalos e empurrões.

A mulher foi golpeada no pescoço e cabeça. Confrontado pelo Ministério Público, o arguido afirmou não saber onde estava a machada e que só a viu quando a mulher a estava a segurar.
Tribunal de Vila Real Rui Borges Ministério Público homicídio mulher machado crime
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)