Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Empresário morto com régua afiada

O empresário David Augusto Barbosa da Costa, de 50 anos, caiu junto ao portão da empresa de pré-esforçados Presdouro e esvaiu-se em sangue. Ao que o CM apurou, David foi golpeado no pescoço com uma régua afiada, quando estava no escritório da empresa de S. João de Ver, Santa Maria da Feira. Quando os bombeiros da Feira e a equipa da Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) chegaram ao local, o empresário já estava morto.
26 de Maio de 2012 às 01:00
David da Costa tinha golpes nos braços e apresentava sinais de luta
David da Costa tinha golpes nos braços e apresentava sinais de luta FOTO: Francisco Manuel

A Polícia Judiciária do Porto está a investigar e admite a hipótese de o empresário ter sido vítima de uma tentativa de assalto ou de ajuste de contas. No bolso, David da Costa tinha uma quantia de dinheiro.

Anteontem, cerca das 18h45, quando o empresário estava sozinho no escritório da empresa, terá sido surpreendido, antes de ser atacado. Ainda deu luta, mas foi atingido com um golpe que lhe cortou a carótida e lhe provocou a morte, poucos minutos depois. David tinha golpes nos braços e sinais de luta com o assassino. Conseguiu fugir, correu para um compartimento atrás do escritório e depois pelo armazém, até ao portão, onde caiu. Um motorista de um camião que chegou naquele momento viu-o a desfalecer e foi em seu socorro. No mesmo momento, apercebeu-se de uma carrinha branca de dois lugares, com duas pessoas no interior, a arrancar do local a alta velocidade.

No lugar de Sandiães, em Rôge, Vale de Cambra, a notícia do crime chocou os vizinhos. "A família está em choque e não tem condições para falar", explicou ao CM uma familiar. Os pais, David e Isaura, estão muito debilitados e a viúva inconsolável.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)