Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

Escola de condução paga por acidente

Uma escola de condução de Oliveira do Hospital vai ter de pagar 155 mil euros a uma aluna que ficou ferida num acidente de moto, quando estava em formação. A mulher, agora com 27 anos, ficou com problemas numa perna, perdeu o emprego e avançou com um processo em tribunal. Após nove anos, a Justiça deu-lhe razão.
6 de Janeiro de 2010 às 00:30
A jovem andava a aprender a conduzir quando se despistou
A jovem andava a aprender a conduzir quando se despistou FOTO: Miguel Veterano Júnior

O acidente deu-se em Agosto de 2000, tinha a vítima 18 anos. O motociclo derrapou numa zona com areia, embateu num lancil e caiu em cima da jovem, provocando-lhe lesões na perna direita, com rotura do menisco interno.

Submetida a três intervenções cirúrgicas, esteve quase dois anos incapacitada. E já não pôde ingressar como recepcionista numa empresa, naquele que seria o seu primeiro emprego. Este volte-face na vida da sinistrada levou o Tribunal da Relação de Coimbra a condenar a escola de condução a pagar-lhe uma indemnização de 125 mil euros, por danos patrimoniais futuros, mais 30 mil euros, por danos não-patrimoniais.

Segundo o acórdão, a que o CM teve ontem acesso, a escola tinha o dever "de salvaguardar a integridade pessoal" do instruendo. A acção inicial foi levantada contra a seguradora, que acabou absolvida.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)