Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Estradas matam mais este ano

Despiste de Porsche na A2 mata passageiro e fere condutor.
Alexandre M. Silva e Sérgio A. Vitorino 13 de Novembro de 2015 às 01:00
Desastre na Autoestrada do Sul.
Os números alarmam. Este ano estão a morrer mais pessoas nas estradas portuguesas. Entre 1 de janeiro e 7 de novembro, PSP e GNR registaram 409 mortos (mais 12 do que em igual período de 2014) no local dos acidentes ou a caminho dos hospitais. O número de feridos graves (1850, mais 38) e feridos ligeiros (31 969, mais 679) também aumentou. Um dos últimos acidentes com vítimas mortais ocorreu na quinta-feira na A2, sentido norte-sul, entre os nós de Ferreira do Alentejo e Aljustrel.

O excesso de velocidade terá estado na origem de um brutal despiste que destruiu por completo um Porsche 911 Carrera de matrícula francesa. No interior viajavam dois homens. Um morreu no local. O condutor ficou gravemente ferido. Foi assistido pelo INEM e transportado de helicóptero para o Hospital de São José , em Lisboa.

"Desde o início do despiste até ao ponto onde o automóvel ficou imobilizado são cerca de 300 metros. O carro acabou por sofrer um foco de incêndio que destruiu a documentação das vítimas, o que está a dificultar a sua identificação. Sabemos que são portuguesas", referiu o alferes Ricardo Pasadas, da unidade de trânsito da GNR de Beja.

Mas este não foi o único acidente neste local. Uma hora depois, pelas 11h00, dois automobilistas que seguiam no sentido sul-norte abrandaram repentinamente a marcha para ver o aparato no outro lado da autoestrada e as viaturas que conduziam acabaram por colidir. Duas pessoas ficaram feridas neste acidente e foram assistidas no local pelos bombeiros.
Porsche despiste acidentes sinistralidade passageiro condutor A2
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)