Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

Ex-presidente da ANPC acusa ministra de "falta de consideração"

Grave Pereira acusa Constança Urbano de Sousa de lhe ter ocultado o inquérito da IGAI.
Miguel Curado 9 de Setembro de 2016 às 11:18
Grave Pereira na tomada de posse como novo Comandante Operacional Nacional do Comando de Operações Nacional de Socorro da Proteção Civil
Grave Pereira na tomada de posse como novo Comandante Operacional Nacional do Comando de Operações Nacional de Socorro da Proteção Civil FOTO: Tiago Petinga/Lusa
O ex-presidente da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), general Francisco Grave Pereira, enviou uma carta de demissão à Ministra da Administração interna, Constança Urbano de Sousa, apelidando a conduta da mesma de "absoluta falta de consideração".

Na missiva, a que o CM teve acesso, o oficial do Exército na reserva que comandou a ANPC de 2014 até à passada quarta-feira, acusa Constança Urbano de Sousa de lhe ter ocultado o inquérito da IGAI até 2 de Setembro.

Francisco Grave Pereira pormenoriza, referindo que só teve conhecimento de que estava a ser investigado pela Inspeção-Geral da Administração Interna, pela boca do chefe de estado maior do Exército, general Rovisco Duarte. Por isso, "e por ter sido mantido no desconhecimento de uma matéria que diz respeito à ANPC e respetivos funcionários", o ex-presidente da ANPC considerou não ter outra alternativa que não fosse a demissão.

Recorde-se que Constança Urbano de Sousa ordenou uma investigação à gestão de Francisco Grave Pereira à frente da ANPC, devido à entrega a privados da operação e manutenção dos Helicópteros Kamov.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)