Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Família conta ao CM como escapou ao horror das chamas em prédio de Lisboa

Mulher e dois filhos eram moradores daquele edifício e conseguiu escapar do incêndio pelo pátio das traseiras.
Pedro Zagacho Gonçalves(pedrogoncalves@cmjornal.pt) e Rafael Grau 10 de Julho de 2021 às 02:17
Família conta ao CM como escapou ao horror das chamas em prédio de Lisboa
Família conta ao CM como escapou ao horror das chamas em prédio de Lisboa FOTO: Alfredo Leite
Uma mulher, emigrante guineense, e os dois filhos menores escaparam do incêndio que deflagrou esta sexta-feira na rua Morais Soares, em Lisboa. O fogo matou duas pessoas e deixou pelo menos outras 11 feridas, quatro delas com gravidade.

A família era moradora daquele edifício e relatou ao CM que conseguiu escapar das chamas pelo pátio das traseiras, tal como outros moradores do primeiro andar e rés-do-chão, uma vez que o edifício não terá escadas de incêndio. Esta família foi uma das duas que foi realojada. 

Outras pessoas saltaram dos pisos superiores nos primeiros momentos do fogo, em particular do quarto andar, tendo ficado encurraladas pelas labaredas.

O incidente originou um grande aparato de operacionais no local. Cerca de 36 bombeiros estiveram no local, apoiados por 14 viaturas.

Muitos moradores foram retirados das suas casas por precaução.


O prédio ficou inabitável e há vários moradores ficaram desalojados, revelou fonte bombeiros, que não conseguiu precisar o número exato.

O incêndio terá começado no rés do chão. As causas estão a ser investigadas pelas autoridades competentes.
Ver comentários