Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Fátima antecipa programa uma hora

O início da Peregrinação Internacional Aniversária de Maio foi antecipado uma hora em relação ao programa dos anos anteriores, devido à presença do Papa Bento XVI na Cova da Iria. A habitual saudação a Nossa Senhora e aos peregrinos, pelas 18h30 de 12 de Maio, está marcada para as 17h30.
29 de Abril de 2010 às 00:30
A cátedra de descanso, a cruz do altar e as 400 cadeiras dos convidados estão a ser produzidas em Paredes
A cátedra de descanso, a cruz do altar e as 400 cadeiras dos convidados estão a ser produzidas em Paredes FOTO: Nuno Fernandes Veiga

Segundo o Santuário de Fátima, apesar de não haver "grandes alterações em relação ao programa habitual", foi necessário "proceder a alguns pequenos ajustes" nos horários das celebrações", em particular no primeiro dia da peregrinação.

Por regra, dia 12, celebra-se no recinto uma missa (16h30) com a participação dos doentes, seguindo-se a procissão eucarística, antes do começo oficial da peregrinação. Este ano há apenas a procissão eucarística (16h00) a anteceder a chegada do Papa à Capelinha das Aparições.

Ao longo da manhã do primeiro dia há sete missas, cada uma numa língua estrangeira, na Capelinha das Aparições, e quatro em português, na basílica do Santuário. Mas o dia começa com a via sacra (07h30).

O Papa chega de helicóptero ao Estádio Municipal de Fátima, em Eira da Pedra, às 17h10. Passados vinte minutos, está pela primeira vez no Santuário, na Capelinha das Aparições. A comitiva desloca-se até ao Altar do Mundo pela estrada de Minde, entra pela rotunda Sul, segue pela Avenida D. José Alves Correia da Silva e a chegada faz--se junto à Igreja Santíssima Trindade.

Após a abertura oficial da peregrinação, Bento XVI volta ao recinto para a bênção das velas (21h30) e para presidir ao ponto alto das celebrações – procissão, missa internacional, bênção dos doentes e procissão do adeus – a 13 de Maio (a partir das 10h00).

A estas celebrações deverão assistir entre 300 e 500 mil peregrinos, segundo estimativas da Igreja. Em anos anteriores costumam oscilar entre 250 e 300 mil. O papa João Paulo II, em 2000, reuniu mais de 600 mil fiéis.

DISCURSO DIRECTO

"NÃO GOSTO NADA DO CENTRALISMO DE ROMA", D. Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas

Correio da Manhã – Partilha da ideia de que a Igreja precisa de um novo concílio?

D. Januário Torgal Ferreira – Mais do que isso, estou convencido de que, mais dia menos dia, haverá uma nova reunião magna, que sentará à mesa todos os bispos do mundo.

– Mas ainda não está esgotado o Vaticano II...

– Pois não, mas o centralismo em que mergulhou a Santa Sé faz com que não sejamos ouvidos num grande número de coisas. Eu não gosto nada deste centralismo de Roma.

– Mas pode ser de outra forma?

– Pode. Eu sei que isto é uma máquina muito pesada, mas temos de encontrar formas de responder melhor à missão que Deus nos confiou.

– Acha que, no caso da pedofilia, a Igreja tem sido alvo de uma campanha persecutória?

– Não, não acho. Mas também recuso a ideia de que o sistema pensante da Igreja seja pedofílico ou abafe a sexualidade.

– Não há, portanto, perseguição ao Papa?

– Não serão os padres que falharam, e da forma ignominiosa como o fizeram, que estão contra o Papa? Não são campanhas, não são calúnias, é a pouca vergonha instalada em alguns sectores.

PAPA SENTA-SE EM ALMOFADA DE LÁTEX

A cátedra que Bento XVI usará para descansar após a Missa do Porto, no dia 14, é em madeira de castanheiro e com almofadas de ergolatex revestidas a tecido branco. "Trata--se de um látex ergonómico e, por isso, muitíssimo confortável", disse ao CM Zita Rocha, gestora da Antarte, a empresa de Paredes encarregue de produzir a cadeira. A empresa vai depois fazer vinte réplicas desta peça para os clientes que quiserem ter em casa uma cadeira de descanso como a do Papa. Em Paredes estão a ser fabricadas, também, as 400 cadeiras dos convidados, os 22 painéis do fundo do altar, em aglomerado para imitar talha dourada, e a cruz alta. Esta, com 12 metros, está a ser feita pelos carpinteiros da Câmara e será de pinheiro manso de Leiria, a revestir uma estrutura em ferro.

APONTAMENTOS

REDES SOCIAIS

A comissão organizadora da visita do Papa a Portugal vai criar páginas oficiais nas redes sociais do facebook e do twitter.

ANA JORGE COM PAPA

A ministra da Saúde, Ana Jorge, vai estar dia 13, em Fátima, no encontro entre Bento XVI e as organizações da Pastoral Social. Estarão presentes cerca de 800 pessoas, entre médicos, voluntários e capelães.

50 MIL JOVENS

Entre 25 mil a 50 mil jovens de toda a Europa são esperados em Portugal para participarem nas celebrações e num encontro internacional do Caminho Neocatecumenal.

APOIO A PEREGRINOS

A partir de quinta-feira, e até dia 13, os cerca de 15 mil peregrinos que se encontram a caminho de Fátima vão receber tratamentos com massagens e Vitamina C, no âmbito de um protocolo entre a Cruz Vermelha e uma farmacêutica.

OFERTA: AGUARELAS

No dia 13 de Maio, os bispos portugueses vão oferecer ao Papa vinte aguarelas, que representam os mistérios do Rosário: gozosos, luminosos, dolorosos e gloriosos. As obras são da autoria do pintor de Santo Tirso Avelino Leite

1000

Mil pendões com mensagens de boas-vindas e de agradecimento a Bento XVI vão decorar Lisboa, a partir do dia 4

PAPA: PEDIDO AOS FIÉIS

O Papa Bento XVI pediu ontem aos fiéis orações para que os padres "continuem a entregar-se com alegria e fidelidade à missão que lhes foi confiada". O pedido foi feito na praça de S. Pedro, na audiência geral das quartas-feiras

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)