Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Fogo obriga a retirar 266 pessoas de hotel em Lagoa

Incêndio em garagem junto à receção destruiu cinco carros e ainda um motociclo.
Ana Palma 7 de Fevereiro de 2019 às 08:49
Incêndio obriga a evacuar Hotel Pestana Viking no Algarve
Incêndio obriga a evacuar Hotel Pestana Viking no Algarve
Incêndio obriga a evacuar Hotel Pestana Viking no Algarve
Incêndio obriga a evacuar Hotel Pestana Viking no Algarve
Incêndio obriga a evacuar Hotel Pestana Viking no Algarve
Incêndio obriga a evacuar Hotel Pestana Viking no Algarve
Incêndio obriga a evacuar Hotel Pestana Viking no Algarve
Incêndio obriga a evacuar Hotel Pestana Viking no Algarve
Incêndio obriga a evacuar Hotel Pestana Viking no Algarve
A maioria dos hóspedes do Hotel Pestana Viking, na Senhora da Rocha, ainda dormia quando soou o alarme de incêndio, pelas 07h37 de quarta-feira. Um total de 266 pessoas foram retiradas daquela unidade hoteleira de quatro estrelas, uma das mais famosas do concelho de Lagoa. Não houve vítimas, apenas danos materiais.

"Nós ainda estávamos a descansar quando ouvimos o alarme. Foi um susto muito grande", contou Alex Martins, brasileiro, de 46 anos, que tinha chegado ao hotel, com a família, terça-feira à noite.

Ana Lúcia, de 46 anos, também brasileira, confirmou ter sido tudo "muito assustador", pois ouviu "uma explosão e depois a sirene". Já Carlos Basto, de Lisboa, de 75 anos, disse "ter visto muito fumo", mas "no exterior do hotel".

O fogo destruiu cinco carros e uma motorizada que se encontravam estacionados na garagem, situada junto à receção da unidade hoteleira. Outros veículos também sofreram danos. O fogo foi extinto pelos bombeiros de Lagoa, Silves, Portimão e Albufeira.

A GNR criou um perímetro de segurança e a Proteção Civil Municipal também esteve no local. A PJ está a tentar determinar as causas do fogo. Os hóspedes regressaram ao hotel cerca de três horas e meia após o alerta.

PORMENORES
Ataque inicial "difícil"
O calor e o fumo intensos dificultaram o ataque inicial dos bombeiros às chamas. "Tivemos de arrefecer um pouco o edifício para entrar", revelou ao CM o comandante Rio Alves, dos Bombeiros Voluntários de Lagoa, que coordenou as operações de combate ao fogo.

Muitos meios no local
No local compareceram 26 operacionais e 11 viaturas dos bombeiros de Lagoa, Portimão, Silves e Albufeira, bem como da GNR e Proteção Civil Municipal. A Polícia Judiciária chegou depois e procedeu a perícias no interior da garagem.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)