Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

GNR efetua 300 detenções em flagrante delito na última semana

Militares procederam a operações de prevenção e combate à criminalidade e à sinistralidade rodoviária, bem como fiscalização de matérias de âmbito contraordenacional.
Lusa 19 de Junho de 2021 às 10:35
GNR, xxx
GNR, xxx FOTO: CMTV
A Guarda Nacional Republicana (GNR) deteve na última semana mais de 300 pessoas em flagrante delito, das quais 195 por conduzirem embriagadas ou sem carta de condução, 33 por tráfico de droga e nove por posse de arma.

O último balanço da atividade operacional semanal da GNR, entre 11 e 17 deste mês, divulgado este sábado em comunicado, contabiliza, em todo o território nacional, operações de prevenção e combate à criminalidade e à sinistralidade rodoviária, bem como fiscalização de matérias de âmbito contraordenacional.

A GNR registou, neste período, 301 detidos em flagrante delito: 102 por condução sob o efeito do álcool, 93 por condução sem habilitação legal, 33 por tráfico de estupefacientes, 20 por furto, nove por posse ilegal de armas e arma proibida e um por violência doméstica.

Apreendeu ainda 4.253 doses de liamba, 261 doses de óleo de canábis, 193 doses de haxixe, 107 doses de cocaína, 82 pés de canábis, 64,5 doses de heroína, 35 armas de fogo, 37 armas brancas ou proibidas e, ainda, 100 quilos de folha de tabaco.

No trânsito, detetou 7.166 infrações: 1.294 excessos de velocidade, 647 por falta de inspeção periódica obrigatória, 377 por falta ou incorreta utilização do cinto de segurança e/ou sistema de retenção para crianças e 364 relacionadas com anomalias nos sistemas de iluminação e sinalização.

E registou também 330 infrações por condução com taxa de álcool no sangue superior ao permitido por lei, 318 relacionadas com tacógrafos, 284 por uso indevido do telemóvel no exercício da condução e 200 por falta de seguro de responsabilidade civil.

GNR Guarda Nacional Republicana questões sociais crime lei e justiça crime lei e justiça polícia
Ver comentários