Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Homem detido em Faro por se aproximar de vítima de violência doméstica

Suspeito terá agredido e ameaçado a mulher em frente à filha menor.
Lusa 21 de Março de 2019 às 18:12
GNR
GNR
GNR
GNR
GNR
GNR
GNR
GNR
GNR
O homem detido em Faro por suspeitas de agredir e ameaçar a mulher em frente à filha menor ficou esta quinta-feira proibido de se aproximar da vítima numa distância inferior a 500 metros, disse à Lusa fonte policial.

O homem, de 48 anos, estava a ser investigado pelo Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas da GNR de Faro há cerca de um mês por alegadamente agredir, ameaçar de morte e perseguir a mulher, motivado pela recusa em aceitar a separação.

Depois de presente esta quinta-feira a primeiro interrogatório judicial, o Tribunal de Faro decretou ao arguido as medidas de coação de proibição de contactar a vítima, de se deslocar ao seu local de trabalho e de se aproximar da mesma, num limite de 500 metros.

Segundo acrescentou a mesma fonte, o cumprimento destas medidas "vai ser verificado mediante vigilância eletrónica".

A GNR apurou que o suspeito, "na presença da sua filha menor, com 13 anos, reiteradamente agredia, injuriava e ameaçava de morte a sua mulher, de 45 anos, bem como controlava todos os seus movimentos, perseguindo-a constantemente, não aceitando a separação".

No seguimento das diligências, na quarta-feira, os militares deram cumprimento a um mandado de detenção, um mandado de busca domiciliária e outro em veículo, tendo sido apreendido um bastão artesanal que era utilizado para ameaçar a vítima.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)