Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
5

F16 é a principal aeronave de combate da Força Aérea Portuguesa

Com perto de 15 metros de comprimento, o F16 pesa mais de oito toneladas e atinge velocidades superiores a dois mil quilómetros por hora.
Diogo Carreira 28 de Junho de 2019 às 21:16
A carregar o vídeo ...
F16 é a principal aeronave de combate da Força Aérea Portuguesa

O F16 é a principal aeronave de combate da Força Aérea Portuguesa. Está sempre em elevado estado de prontidão e as características falam por si. Com perto de 15 metros de comprimento, pesa mais de oito toneladas e atinge velocidades superiores a 2000 quilómetros por hora, o que significa duas vezes a velocidade do som. Pode percorrer todo o País de Norte a Sul em menos de meia hora e leva perto de dez mil litros de combustível.

'Investigação CM' desta sexta-feira explica que o F16 pode ser chamado em situações em que aeronaves não autorizadas entram no espaço aéreo português e garantem a nossa soberania. Se guerra houvesse podiam servir para defender as nossas cidades e para isso são realizados treinos quase diariamente.

As imagens dos voos são impressionantes. Mas quem as vê não imagina o esforço físico pelo que passa o piloto. As grandes velocidades e as manobras têm um efeito direto no corpo. A força exercida dentro do cockpit pode levar à perda de sentidos e, para evitar isso, há truques treinados ao longo do ano.

A respiração e a concentração são a chave do exercício.

São as esquadras 201 e 301 que têm por missão operar os F16. São dezenas de homens e mulheres que trabalham todos os dias na manutenção destes aparelhos e que executam treinos e missões.

O armamento é real e só pode ser usado por ordem expressa do primeiro-ministro ou a pedido da NATO, mas até hoje nunca um F16 foi chamado a disparar. Ao peito levam os lemas "de nada a forte gente se temia" e "guerra ou paz tanto nos faz".

Ver comentários