Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

Irmãs abusadas por padrasto

Duas meninas, de 6 e 9 anos, eram abusadas ao fim de semana.
Luís Oliveira 5 de Fevereiro de 2016 às 08:32
Vítimas contaram no lar o terror que viviam aos fins de semana
Vítimas contaram no lar o terror que viviam aos fins de semana FOTO: Getty Images
Duas irmãs, de 6 e 9 anos, que foram institucionalizadas, mas que visitavam a mãe ao fim de semana, terão sido vítimas de abusos sexuais por parte do padrasto com a aprovação da progenitora, que é suspeita de as ameaçar caso contassem a alguém. Mãe e padrasto foram detidos pela Polícia Judiciária da Guarda.

Os alegados abusos ocorreram na casa da mãe das crianças, em Vila Nova de Foz Coa, desde outubro de 2015. Institucionalizadas por ordem da justiça por negligência, as duas irmãs viviam num lar da Guarda, mas, aos fins de semana, visitavam a mãe, que entretanto passou a viver com outro homem, de 51 anos - o pai das menores está a cumprir pena de cadeia por crime de incêndio.

Os abusos sobre as duas irmãs aconteceram na casa da mãe, de 41 anos. Segundo referiu ao CM fonte policial, "além de permitir os atos criminosos, a mulher é suspeita também de ameaçar as menores para elas não contarem a ninguém". No entanto, a alteração de comportamento das duas meninas chamou a atenção dos responsáveis do lar. As duas meninas acabaram por contar o que sofriam às mãos da mãe e do seu companheiro. As autoridades foram alertadas e em poucos dias a Polícia Judiciária da Guarda conseguiu reunir provas. Na quarta-feira, avançou para a detenção do casal.

Os dois suspeitos foram ontem à tarde presentes a um juiz do Tribunal da Guarda. Ficaram com apresentações semanais na GNR e proibidos de contactar com as vítimas.
irmãs abusos sexuais padrasto Guarda Vila Nova de Foz Coa
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)