Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Ladrões roubam bidés e sanitas em Viseu

Grupo faz 150 quilómetros para ‘limpar’ casa de emigrantes.
Luís Oliveira 18 de Junho de 2020 às 08:14
Recheio da habitação de uma família de emigrantes de Viseu que foi levado pelo grupo de seis assaltantes
Recheio da habitação de uma família de emigrantes de Viseu que foi levado pelo grupo de seis assaltantes FOTO: Nuno André ferreira
Nem a louça das casas de banho escapou a um grupo de seis ladrões que, na madrugada do dia 2 de abril, assaltou uma casa de emigrantes em Cavernães, Viseu. Os assaltantes, três homens e três mulheres, com idades entre os 16 e 30 anos, foram agora identificados pela GNR numa operação musculada que contou com a colaboração da Polícia Judiciária de Vila Real.

Os ladrões fizeram mais de 150 quilómetros para concretizar o assalto - distância entre Viseu, local do crime, e Vila Verde da Raia, Chaves, onde residem. Aproveitando-se dos donos estarem emigrados, bem como na altura se estar em pleno pico da pandemia de Covid-19 e por isso haver pouca gente na rua, os ladrões prepararam a ‘limpeza’ da casa ao pormenor.

Entraram no edifício através de arrombamento da fechadura de uma porta, carregaram tudo o que puderam para várias carrinhas: eletrodomésticos, tachos, talheres, quadros, peças de decoração, ferramentas e até sanitas e bidés das casas de banho, material avaliado em cerca de 30 mil euros. "Esvaziaram por completo a habitação e levaram o material para suas casas", disse ontem ao CM o capitão Bruno Marques, comandante do destacamento da GNR de Viseu, que liderou uma operação que resultou na apreensão do "material furtado em pelo menos duas habitações".

Há a suspeita de o grupo ter efetuado outros crimes. "Podem ter praticado este tipo de furtos não só em Viseu, mas também nos distritos de Vila Real e de Bragança", referiu o responsável da GNR.
bidés ladrões roubo sanitas emigrantes viseu
Ver comentários