Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Mãe defende filho que matou pai em Sintra

Criminoso é filho de uma família de nove irmãos.
2 de Outubro de 2013 às 20:36
Hugo Almeida, o jovem que assassinou o pai, à saída do tribunal de Sintra
Hugo Almeida, o jovem que assassinou o pai, à saída do tribunal de Sintra FOTO: Pedro Catarino

A antiga companheira do homem assassinado pelo filho em Belas em 2012 traçou, esta sexta-feira, no Tribunal de Sintra um quadro de violência no quotidiano da família, devido ao alcoolismo do marido.

A 16 de agosto de 2012, o filho de uma família de nove irmãos terá disparado um tiro de caçadeira contra o pai, que se encontrava embriagado e que ameaçava os jovens com uma faca.

Os jovens encontravam-se dentro de um barracão e o pai terá tentado abalroar a construção de chapas de zinco com um trator quando foi atingido.

Na primeira sessão do julgamento, a mãe do suspeito contou ao coletivo de juízes inúmeras situações de violência provocadas pelo antigo companheiro, incluindo agressões sistemáticas.

"O José Alves bebia muito. Cada dia ficava pior. Há vários processos em tribunal por isso, chegou-me a atingir com um tiro no pescoço em 2010. Cheguei a abandonar a casa muitas vezes, mas depois voltava porque ele me ameaçava", disse Lucinda Rosa, mãe do jovem acusado de matar o pai.

Lucinda Rosa explicou ao coletivo de juízes que já não residia há cerca de um ano com o marido na quinta de Belas, mas que dois dos filhos ficaram a morar com o pai na casa de família, sendo um deles o jovem suspeito.

Sintra suspeito morte violência família criminoso
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)