Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

1,7 milhões em multas por falta de limpeza nas florestas

GNR apanhou 54 incendiários, identificou 535 pessoas e aplicou mais de sete mil multas.
Sara G. Carrilho 12 de Outubro de 2019 às 10:35
Bombeiros
Fogo no Pinhal de Leiria
Bombeiros
Fogo no Pinhal de Leiria
Bombeiros
Fogo no Pinhal de Leiria

Cinquenta e quatro incendiários foram detidos pela GNR desde o início do ano até quinta-feira e 535 identificados.

Só esta sexta-feira, a PJ deteve mais três homens por atearem fogos – em Chaves, Valpaços e Tábua.

Às detenções somam-se mais de sete mil multas aplicadas pelos militares, com os valores cobrados a atingirem milhões de euros.

Os dados são da Operação Floresta Segura da GNR, que decorre durante todo o ano com mais de três milhões de quilómetros percorridos por 50 700 patrulhas na fiscalização das florestas de norte a sul do País.

Desde o início do ano, a GNR aplicou coimas pela falta de limpeza de terrenos e incumprimento de regras nas queimadas – de 280 euros para proprietários e 1600 euros para empresas. Foram aplicadas 6337 multas a quem não limpou os terrenos. Num cálculo por baixo, foram cobrados, no mínimo, 1 774 360 euros aos proprietários.

Nesta contabilidade não estão incluídas empresas que pagam valores mais elevados. Os militares elaboraram ainda 854 autos a quem não cumpriu regras para fazer queimadas – no mínimo, os proprietários (sem empresas) pagaram 239 mil euros. 

Fogo no Pinhal de Leiria com 30 queixas
O incêndio que há dois anos destruiu o Pinhal de Leiria deu origem a quase 30 queixas de cidadãos e autos de notícia das autoridades, que foram reunidos na investigação da PJ de Leiria.

O processo tem mais de mil páginas e está no Tribunal de Alcobaça, onde vai ser julgada a única arguida, de 68 anos.

O incêndio teve origem em dois reacendimentos, na Praia da Légua e na Burinhosa, devido a "excecionais condições climatéricas".

Tábua GNR Chaves PJ Valpaços Pinhal Leiria crime lei e justiça polícia
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)