Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

Mecânico morre ao voltar a casa

Conduzia carro da filha da namorada.
Ana Carvalho e Roberto Bessa Moreira 22 de Março de 2015 às 14:50
Fiat Punto que era conduzido por Joaquim Manuel Santos (foto peq.) ficou totalmente destruído na sequência de uma colisão frontal
Fiat Punto que era conduzido por Joaquim Manuel Santos (foto peq.) ficou totalmente destruído na sequência de uma colisão frontal FOTO: Roberto Bessa Moreira

Um homem de 49 anos morreu, pelas 23h00 de sexta-feira, na sequência de um violento acidente rodoviário, nas Termas de São Vicente, Penafiel. Joaquim Manuel Santos ainda foi assistido por Bombeiros de Entre-osRios e equipa do INEM, mas não resistiu aos graves ferimentos.

A GNR está a investigar as causas de um choque frontal a meio de uma reta da EN106 e que causou também dois feridos ligeiros. Pai e filho, de 53 e 14 anos, foram transportados para o Hospital Padre Américo. Fátima Martins, filha e irmã dos feridos, garantiu, ainda no local, que os familiares "estão bem".

Em sentido inverso a Manuel e Samuel Martins – que voltavam a Castelo de Paiva –, viajava Joaquim Santos, que tinha saído, minutos antes, de Várzea do Douro, Marco de Canaveses, ao volante do carro da filha da namorada. Mecânico de profissão, levava o Fiat Punto para reparar uma fuga de óleo, mas já não chegou a casa, em Penafiel.

"Estava no café e ouvi um estrondo. Quando cheguei cá fora, vi um ocupante do Renault Clio fora do carro. Dizia que não sabia o que tinha acontecido", descreveu Manuel Mota. "A vítima entrou em paragem cardiorrespiratória. Foi assistida, mas não resistiu", contou o 2º comandante dos Bombeiros de Entre-os-Rios, João Rangel.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)