Mentor da fuga da cadeia de Castelo Branco já tinha roubado arma à GNR

Humberto Prazeres de 26 anos espancou um militar, roubou a arma a outro e fugiu, em janeiro de 2018.
Por Miguel Curado|05.03.19
Humberto Prazeres, o homem de 26 anos que em janeiro de 2018 espancou um militar do Destacamento de Trânsito da GNR de Castelo Branco, e roubou a arma a outro, foi um dos mentores da tentativa de evasão da cadeia da cidade, travada pela guarda prisional no sábado à tarde.

A cumprir 8 anos e meio de prisão por furtos e homicídio tentado, foi transferido, juntamente com Micael Leal, de 20 anos (o outro mentor da fuga frustrada), para a prisão de alta segurança de Monsanto, em Lisboa. Os dois homens, com o apoio de 8 companheiros de cela, prepararam a fuga durante semanas. Com livre acesso ao ginásio, conseguiram introduzir na camarata vários ferros, que usaram para cavar um buraco.

Além disso, sabe o CM, guardavam no espaço prisional telemóveis e um alambique artesanal de fabrico de ‘xixa’, bebida alcoólica feita nas prisões.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!