Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

Ministério Público acusa Presidente do Vitória de Setúbal de destruir património do clube

Factos remontam a abril de 2019 quando Paulo Rodrigues entrou nos serviços do clube, partindo tudo o que encontrou à sua frente.
SÁBADO 22 de Novembro de 2020 às 17:20
Invasão do empresário de futebol português Paulo Rodrigues, que alega que o V. Setúbal lhe deve dinheiro, às instalações do Estádio do Bonfim
Invasão do empresário de futebol português Paulo Rodrigues, que alega que o V. Setúbal lhe deve dinheiro, às instalações do Estádio do Bonfim FOTO: Direitos Reservados

O recém-eleito presidente do Vitória de Setubal, Paulo Rodrigues, foi acusado pelo Ministério Público por crimes de dano qualificado e introdução em lugar vedado ao público. Os factos remontam a abril de 2019 quando, segundo a acusação, Paulo Rodrigues entrou nos serviços do clube, partindo tudo o que encontrou à sua frente, provocando um prejuízo de cerca de 10 mil euros ao próprio clube (9,8 mil euros).

Conheça toda a história na SÁBADO.

justiça e direitos futebol desporto crime lei e justiça Ministério Público Paulo Rodrigues
Ver comentários