Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Morre arrastado pela corrente à frente do filho

Fato de borracha terá enchido de água e levado pescador ao fundo, entre Tróia e a Comporta.
João Carlos Rodrigues 19 de Março de 2018 às 01:30
Polícia Marítima apreende 245 kg de peixe ilegal no Porto de Pesca de Leixões
Polícia Marítima
Polícia Marítima apreende 245 kg de peixe ilegal no Porto de Pesca de Leixões
Polícia Marítima
Polícia Marítima apreende 245 kg de peixe ilegal no Porto de Pesca de Leixões
Polícia Marítima
Um pescador de 62 anos morreu este domingo à tarde nas águas do estuário do Sado quando tentava alcançar a pequena embarcação em que habitualmente trabalhava. O alerta foi dado pelo filho da vítima, pelas 17h20, que assistiu à tragédia sem conseguir salvar o progenitor.

Segundo o CM apurou junto de fonte da capitania do porto de Setúbal, a vítima entrou na água, na zona da curva do Pardal, entre Troia e a Comporta, vestindo um fato estanque (feito em borracha e que protege até à altura do peito) para tentar chegar ao barco, mas a água começou a entrar, arrastando-o para o fundo.

As autoridades ainda acionaram um helicóptero para as buscas, mas o corpo do homem foi avistado por pessoas na margem. A vítima foi retirada da água em paragem cardiorrespiratória. Bombeiros e INEM ainda efetuaram manobras de reanimação, mas o óbito foi declarado no local.

O corpo foi transportado para a morgue do Hospital São Bernardo, em Setúbal, para ser autopsiado e apurar-se se sofreu uma doença inesperada antes de ser arrastado ou se morreu afogado.
pescador INEM Comporta Troia Sado porto de Setúbal Pardal
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)