Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Morre enforcado em brincadeira

Rui, de 14 anos, estava a mexer em duas cordas quando, por acidente, ficou preso pelo pescoço.
28 de Agosto de 2013 às 01:00
Rui Dourado, de 14 anos, ficou preso pelo pescoço e morreu quando brincava numa estufa
Rui Dourado, de 14 anos, ficou preso pelo pescoço e morreu quando brincava numa estufa FOTO: Rafaela Cadilhe

Estava a brincar com duas cordas, junto aos irmãos mais velhos, ontem à tarde, numa estufa, na rua da Codixeira, em Aguçadoura, Póvoa de Varzim, quando, num acidente com motivos ainda pouco claros, terá ficado preso nos fios, pelo pescoço, que sustentam os tomateiros – e sufocou.

A irmã ainda o tentou socorrer e correu cerca de 300 metros para uma estrada, onde pediu para que ligassem aos bombeiros. O óbito foi declarado pouco depois.

Tudo aconteceu pelas 17h25. Rui Dourado, 14 anos, ajudava os irmãos a apanhar tomates quando começou a brincar com as cordas. Afastou-se dos familiares que, ao estranharem a sua ausência, o foram procurar. Foi encontrado em paragem cardiorrespiratória pelos Bombeiros da Póvoa – que o tentaram reanimar, sem sucesso, durante 45 minutos. O corpo foi levado para o IML do Porto.

Os irmãos, de 16 e 18 anos, ficaram em estado de choque. Rui Dourado era conhecido como um dos melhores praticantes de atletismo.

CLIQUE NA IMAGEM E VEJA O VÍDEO DA CMTV

Rui Dourado morte enforcado Póvoa de Varzim bombeiros reanimação
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)