Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

Morre na banheira a fugir das chamas

Incêndio terá sido provocado por vela.
Sérgio A. Vitorino 8 de Novembro de 2015 às 01:00
Paulo Gamito terá procurado refúgio na banheira da casa onde vivia sozinho. Morreu intoxicado
Paulo Gamito terá procurado refúgio na banheira da casa onde vivia sozinho. Morreu intoxicado FOTO: Vítor Mota
Paulo Gamito, de 48 anos, vivia sozinho numa casa sem eletricidade, em Fernão Ferro, Seixal. Morreu no sábado num incêndio ao que tudo indica provocado por uma vela. O corpo estava na banheira, onde terá procurado refúgio. A PJ de Setúbal descarta a hipótese de crime.

Foi um vizinho, que regressava pela 01h45 de uma discoteca, a dar o alerta. "Cheirou-me a fumo. Vi de onde era e chamei os bombeiros", conta Rui Nogueira ao CM.

Os bombeiros depararam-se com a casa – na Quinta do Padre Nosso – completamente tomada pelas chamas. No rescaldo encontraram o cadáver de Paulo Gamito na banheira. A GNR pediu a comparência da Polícia Judiciária, uma vez que alguns sacos junto ao corpo faziam a circunstância parecer suspeita. A PJ fez uma inspeção ao local (existia perigo de derrocada) e os investigadores concluíram que não há crime.

Paulo Gamito terá derrubado uma vela e, com dificuldades motoras devido a um atropelamento sofrido, não conseguiu salvar-se. Morreu por inalação de fumos na banheira onde procurou refúgio das chamas.

banheira morre chamas fogo incêndio PJ Setúbal crime Paulo Gamito Fernão Ferro Seixal
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)