Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Mulher morta à facada por informático de 26 anos em encontro sexual

Lúcia Oliveira, de 48 anos, terá sido assassinada com uma única facada pelo homem com quem se encontrou para sexo.
Débora Carvalho 25 de Abril de 2019 às 01:30
Lúcia Oliveira
Lúcia Oliveira tinha 48 anos e dois filhos
Polícia Judiciária junto à habitação onde ocorreu o crime
Lúcia Oliveira
Lúcia Oliveira tinha 48 anos e dois filhos
Polícia Judiciária junto à habitação onde ocorreu o crime
Lúcia Oliveira
Lúcia Oliveira tinha 48 anos e dois filhos
Polícia Judiciária junto à habitação onde ocorreu o crime
Os vestígios de ADN encontrados na casa do informático, de 26 anos, não deixam dúvidas sobre a autoria do homicídio. Lúcia Oliveira, de 48 anos, terá sido assassinada com uma única facada pelo homem com quem se encontrou para sexo. Não resistiu aos ferimentos. O suspeito foi esta quarta-feira detido pela PJ em Santarém, perto do local do crime. Está em prisão preventiva.

O caso remonta a 28 de janeiro. A vítima, de nacionalidade brasileira, foi encontrada morta com sinais de violência dentro de uma casa, na Travessa das Frigideiras, em Santarém.

A vítima não mantinha qualquer relação pessoal ou sentimental com o suspeito. Ainda não são conhecidos todos os contornos do encontro sexual que acabou em homicídio. A hipótese de roubo também está em cima da mesa.

Lúcia tinha dois filhos. Na altura, o alerta foi dado à PSP por uma amiga da vítima "que não a conseguia contactar" nem saber notícias da mulher que vivia com um filho. O jovem não se encontrava na residência quando o corpo da mãe foi descoberto.
PSP ADN Santarém Lúcia Oliveira PJ Travessa das Frigideiras crime lei e justiça crime homicídio
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)