Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Nove ambulâncias do INEM que chegaram em abril estão paradas com avarias

Falta de energia no local onde viajam os pacientes coloca em risco o socorro que lhes é prestado.
SÁBADO 17 de Setembro de 2019 às 08:19
INEM
INEM
INEM
INEM
INEM
INEM

Das vinte ambulâncias que entraram ao serviço do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), nove estão inoperacionais. Entre os problemas apontados, encontram-se as sirenes e as luzes de emergência que se desligam em andamento, ou a falta de energia na célula sanitária, onde viajam os pacientes e o técnico de emergência pré-hospitalar.

A falta de energia faz com que os dispositivos médicos não funcionem, o que coloca em risco a vida dos pacientes, e que o frigorífico onde se guardam os medicamentos também fique sem refrigeração.

O INEM indicou que nove veículos se encontram parados à imprensa nacional. Sete dessas viaturas estão ao serviço na região Norte, uma em Lisboa e a última no Algarve.

Segundo o INEM, as cinco ambulâncias estão a ser avo de intervenção pela Iveco.

Na região norte, as ambulâncias inoperacionais estão a ser substituídas por outros veículos muito desgastados – entre eles, uma viatura com 600 mil quilómetros.

Luís Meira, presidente do INEM, quer renovar ate 2022 todos os meios de pré-emergência hospitalar.

Instituto Nacional de Emergência Médica INEM questões sociais
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)