Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Onze anos de prisão para GNR pedófilo

Militar da GNR acusado de 14 crimes sexuais sobre quatro crianças.
25 de Novembro de 2013 às 11:57
José Tadeia, militar da GNR de Idanha-a-Nova, foi condenado a 11 anos de cadeia por pedofilia
José Tadeia, militar da GNR de Idanha-a-Nova, foi condenado a 11 anos de cadeia por pedofilia FOTO: Edgar Martins / Correio da Manhã

O Tribunal de Idanha-a-Nova condenou esta segunda-feira a 11 anos de prisão o militar da GNR acusado de 14 crimes sexuais sobre quatro crianças. A cúmplice, que era sua amante, foi condenada a cinco anos de prisão.

O coletivo de juízes deu como provados praticamente todos os crimes descritos na acusação do Ministério Público.

José Tadeia, de 45 anos, levava as crianças - duas irmãs, de 7 anos - para sua casa, onde viam filmes pornográficos. As vítimas eram depois sujeitas a atos sexuais. Em outras ocasiões, o GNR levava as menores para a barragem Marechal Carmona, em Idanha-a-Nova, onde as forçava a sexo.

Em 2010 o militar fez mais vítimas, duas meninas de 12 e 13 anos, que foram institucionalizadas após a detenção do suspeito pela PJ, em setembro de 2012.

Estas duas meninas participaram em orgias com o arguido, que lhes pagava entre 5 a 50 euros.

pedofilia Idanha-a-Luz José Tadeia prisão crimes sexuais crianças
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)