Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Amadora: homem que atacou filho bebé em preventiva

Suspeito barricou-se em casa com uma caçadeira e uma pistola.
João Tavares 24 de Outubro de 2015 às 10:29
O ataque ocorreu no interior de casa na rua de Alfornelos
O ataque ocorreu no interior de casa na rua de Alfornelos FOTO: Pedro Catarino
A criança de dois anos e a mãe que foram atacadas ao início da tarde de quinta-feira com um maçarico, em Alfornelos, Amadora, já estão em casa.

O agressor, que é pai do bebé e companheiro da mulher agredida, terá dito às autoridades que o ataque ocorreu no seguimento de uma discussão. Culpa a mulher de gastar muito dinheiro em jogo.

Presente a um juiz, ficou em prisão preventiva.


Na rua de Alfornelos os vizinhos falam em constantes discussões entre o casal. Na quinta-feira, a situação descontrolou-se. O padeiro, armado com um maçarico, queimou o filho bebé, na testa e na orelha, e a mulher no braço. A companheira tinha ainda o pulso partido e um hematoma na cara.

Já com antecedentes por posse de arma ilegal, e com uma caçadeira com o número de série rasurado e uma pistola 6,35 mm adaptada, o homem acabou detido pela PSP após se ter barricado.

Quando os quatro polícias – munidos de colete à prova de bala – entraram na casa, deram com o homem sentado no sofá, a ver TV. Tinha aberto o gás de uma botija.


Devido à gravidade do crime e aos antecedentes, vai aguardar julgamento na prisão.
Alfornelos Amadora PSP maus-tratos prisão preventiva caçadeira pistola violência doméstica
Ver comentários