Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

Português assassinado na Venezuela com dois tiros

Avelino Alves, de 60 anos, foi atacado quando abria a sua padaria, em Caracas.
S.A.V. 8 de Dezembro de 2018 às 09:47
Avelino Alves, emigrante português na Venezuela, foi assassinado
Caracas
Protestos em Caracas contra o governo da Venezuela
Avelino Alves, emigrante português na Venezuela, foi assassinado
Caracas
Protestos em Caracas contra o governo da Venezuela
Avelino Alves, emigrante português na Venezuela, foi assassinado
Caracas
Protestos em Caracas contra o governo da Venezuela

Avelino Alves, de 60 anos, emigrante em Caracas, na Venezuela, foi assassinado com dois tiros no peito por assaltantes que o atacaram quando estava a abrir a sua padaria.

De acordo com a imprensa local, o crime ocorreu pelas 05h00 locais (09h00 em Lisboa) de quinta-feira. Avelino acabara de chegar de carro à padaria Rosalva quando foi abordado por ladrões armados. A polícia investiga, mas terá sido baleado ao resistir. Os ladrões queriam a sua carrinha cinzenta. Morreu à chegada ao hospital, deixando mulher e filhos.

Avelino Alves foi o segundo comerciante português assassinado na Venezuela no intervalo de uma semana. Sábado, António Vieira, 58 anos, foi morto quando se preparava para abrir a sua frutaria, na ilha Margarita.

Avelino Alves António Vieira Caracas Venezuela Lisboa Margarita crime emigrantes assalto tiro morto assassinado
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)