Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Professor morre afogado no mar

António Miranda, 50 anos, foi arrastado pela corrente. Surfista resgatou-o mas não resistiu.
6 de Setembro de 2013 às 01:00
António (imagem no canto direito) sabia nadar e era cauteloso, dizem os cunhados Cremilde Miranda e Vítor Silva
António (imagem no canto direito) sabia nadar e era cauteloso, dizem os cunhados Cremilde Miranda e Vítor Silva FOTO: Ricardo Almeida

O que pretendia ser um dia agradável na praia do Poço da Cruz, em Mira, acabou ontem em tragédia para um professor do Ensino Secundário. António Miranda, 50 anos, de São Caetano, Cantanhede, estava a nadar numa zona não concessionada quando foi arrastado pelo mar e morreu. Um surfista lançou-se à água e resgatou-o a mais de 50 metros da praia. Após manobras de reanimação, foi levado pelos Bombeiros de Mira para o Hospital de Aveiro, onde morreu.

"Estávamos na água e de repente a corrente ficou muito forte. Ele foi arrastado. No espaço de um minuto desapareceu para longe", conta Marco Martins, que ajudou a retirar a vítima. Na praia viveram-se momentos de desespero. "Era o mar a puxá-lo para dentro e tudo a gritar sem poder fazer nada. Isto é perigoso", refere Diana Moreira. A zona em causa não tem vigilância, mas na praia ao lado a época balnear também terminou no dia 1.

António Miranda estava a aproveitar os últimos dias de férias antes de começar as aulas de Educação Visual, em Sátão. "Conhecia bem a zona e o mar para ele não era novidade", diz o cunhado Vítor Silva.

A família está em choque e não percebe o que aconteceu. "Sabia nadar e era cauteloso", diz Cremilde Miranda, cunhada.

Mira professor António Miranda mar afogado surfista
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)