Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

‘Rei do disfarce’ lidera gang que matou e raptou

Português famoso no mundo do crime brasileiro extraditado para Portugal.
João Tavares 17 de Março de 2018 às 01:30
José Leonardo terá participado em vários crimes violentos desde a década de 90
José Leonardo terá participado em vários crimes violentos desde a década de 90
Português foi detido em Fortaleza em 2011 e agora extraditado
José Leonardo terá participado em vários crimes violentos desde a década de 90
José Leonardo terá participado em vários crimes violentos desde a década de 90
Português foi detido em Fortaleza em 2011 e agora extraditado
José Leonardo terá participado em vários crimes violentos desde a década de 90
José Leonardo terá participado em vários crimes violentos desde a década de 90
Português foi detido em Fortaleza em 2011 e agora extraditado
Cumpria 22 anos de prisão no Brasil por homicídios, sequestros e raptos. A polícia deu ao português José Manuel Leonardo, 63 anos, a alcunha de ‘rei do disfarce’. Tinha cinco identidades falsas e mudava frequentemente de aparência. A PJ, através da Interpol, trouxe-o ontem do Brasil.

José Leonardo – detido em 2011 no aeroporto de Fortaleza – vai agora responder em Portugal por um crime de tráfico de droga. Em 1999, a partir do Paraguai, enviou uma encomenda com 2 kg de cocaína para casa dos pais, em Óbidos. Já antes tinha cumprido 12 anos por tráfico de droga em Portugal.

Mas foi no Brasil que José Leonardo ganhou fama no mundo do crime. Liderava um grupo criminoso e andava com guarda-costas. Em 1995 terá matado dois empresários no hotel Marina Park, em Fortaleza, durante um roubo de joias. De então para cá terá participado em vários sequestros e raptos.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)