Ricardo Salgado força Governador a revelar documento secreto

Após a falência do BES, Carlos Costa pediu uma avaliação ao trabalho do Banco de Portugal.
12.02.19
O antigo presidente do Banco Espírito Santo (BES), Ricardo Salgado, quer obrigar o governador do Banco de Portugal, Carlos Costa, a revelar uma auditoria ao trabalho do supervisor durante o processo de resolução do BES, em 2014. O documento em causa foi pedido ao Boston Consulting Group pelo próprio Banco de Portugal, mas o resultados foram mantidos em segredo, até de uma Comissão Parlamentar de Inquérito.

O argumento utilizado pelo Banco de Portugal para recusar a revelação da auditoria à sua actuação durante a resolução do BES passa pelo "dever de confidencialidade". Porém, este argumento poderá falecer durante o julgamento do processo de falência do Banco Espírito Santo, que decorre no Juízo de Comércio de Lisboa.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!